cellphone
+ 55 81 3366-2600
E-mail
jfs@jfsauditores.com.br
Auditoria Contábil

Auditoria Contábil: Entenda o que é

Compartilhe em:

A auditoria contábil se faz necessária dentro de qualquer empresa que procura se manter segura em relação ao seu setor financeiro, já que por meio dos processos da auditoria, se sabe não só como ele anda funcionando mas também de como poderia ser melhorado. Por meio de uma equipe de auditoria bem instruída, o serviço de auditoria contábil se torna presente e efetivo na hora certa. Entenda:

Afinal de contas, o que é uma auditoria contábil?

As auditorias são desenvolvidas a partir de um longo exame dos documentos contábeis e de inspirações internas da empresa, levando em consideração a apuração de informações junto às fontes externas da corporação. Muitas vezes são auditados os fluxos de caixa, balanços patrimoniais e as demonstrações dos resultados de exercício (DRE).

Por ser uma forma de expandir os horizontes de um empreendedor, as auditorias transmitem opiniões embasadas nos estudos da corporação, com a transparência da real situação em que o negócio se encontra. Isso faz com que o empreendedor enxergue seus próprios erros, consequências das ações tomadas e possa receber as orientações do profissional para implantar e realizar as correções.

Uma auditoria financeira pode acontecer com toda e qualquer empresa, até mesmo em corporações de pequeno porte pode surgir essa necessidade. Se a empresa possui um contador, pode ser direcionada pelo mesmo, mas a análise das informações são exclusivas e restritas apenas ao auditor.

Deu para entender o que é de fato uma auditoria contábil? Agora vamos nos aprofundar em algumas características desse tipo de auditoria.

O que uma auditoria analisa dentro de uma corporação?

As auditorias contábeis possuem um objetivo principal, que é comparar as demonstrações contábeis da corporação com a situação do patrimônio, do financeiro e econômico das empresas. Outros processos das empresas podem ser um alvo para a ação de uma auditoria, dentre eles estão:

  • Área Administrativa: Pode auxiliar na redução da ineficiência, negligência e a incapacidade e improbabilidade do departamento.
  • Área Fiscal: Tem como função deixar o cumprimento das obrigações fiscais mais rigorosas, protegendo a corporação de penalidades futuras.
  • Área técnica: Para essa área, uma auditoria pode contribuir com a eficiência dos serviços contábeis da corporação.

Em que momento é necessário realizar uma auditoria?

Uma pergunta que muitas empresas fazem é: Quando realizar uma auditoria em minha corporação? Selecionamos também algumas dicas e informações sobre este assunto.

A decisão de uma corporação de realizar uma auditoria possui uma questão muito particular. A tarefa é cheia de vantagens, oferece ao empreendedor as informações que comprovam se os processos internos estão sendo feitos de maneira correta e eficiente. De outro modo também, pode indicar os caminhos para correções dos registros contábeis caso seja necessário.

Para os empreendedores que possuem seus negócios, é sempre muito vantajoso ter o conhecimento econômico da sua empresa, desse modo é possível estar seguro que os processos contábeis estão sendo desenvolvidos e sendo bem executados. Essa segurança passada por uma auditoria é muito importante para as organizações, pois é através dela que muitas empresas conquistam destaques no mercado, novos investimentos e até mesmo uma melhor competição em relação aos seus concorrentes.

Geralmente as empresas recorrem às auditorias somente quando a situação se encontra com muitos erros nos processos e isso tem causado prejuízos na corporação, mas, essas ações podem variar por conta da gestão de cada empresas.

Por fim, través da auditoria, é possível identificar os erros e corrigi-los, alcançando assim os resultados. Se as avaliações feitas pelos auditores forem positivas, um relatório informando que os procedimentos são eficazes é entregue a direção da organização que poderá utiliza-lo em suas operações.

Caso sejam encontrados erros nos processos, caberá ao auditor aponta-los e informar o motivo, sugerindo meios de solucioná-los.

É importante ressaltar que os auditores não são fiscais, mas sim parceiros. E, ao contrário do que muitas pessoas possam pensam, seu objetivo principal não é buscar irregularidades, mas acompanhar se os processos, controles e informações registradas pelas organizações retratam a realidade.

Compartilhe em:
Notícias
Home